Carregando...

Artefato - Amuleto da Ganância

Fala galera!

Hoje venho dar início a uma nova categoria de posts. Conforme entrou no ar o site novo (http://helprpg.com.br/) eu estou cadastrando artefatos mágicos de autoria própria. Na verdade eu uso o perfil do Help RPG para os registros criados por mim mesmo. Os que eu pego da internet eu cadastro com minha conta pessoal.

Pois bem vamos lá…

Amuleto da Ganância


Sistema: Dungeons and Dragons 3.5

Um amuleto com uma pedra negra e reluzente com uma borda de ouro ao redor da pedra. O cordão que segura o amuleto também é de ouro.

Este artefato foi criado a mais de 300 anos. Sua história se inicia com um Lorde chamado Hamminsom, ele tinha uma filha chamada Priry da qual tinha um imenso apego. Com medo de perde-la algum dia, decidiu pedir um grande favor a um amigo mago muito próximo e de confiança chamado Edric. Em seu pedido ele queria um artefato mágico que fosse capaz de proteger a sua filha dos perigos do mudo.

Artefato - Amuleto da Ganância
Artefato - Amuleto da Ganância.

O mago Edric disse que era possível produzir um artefato assim mas que precisaria de uma equipe para buscar os componente materiais necessário e de um pouco de dinheiro para a expedição. Hamminsom se propôs com os gastos e em poucos meses o mago já poderia produzir o artefato que mudaria a vida de sua filha.

No dia do aniversário de sua filha, Hamminsom a presentei com um novo amuleto. Em principio ele diz para que ela nunca o retirasse, pois aquele item era capaz de protege-la.

Muitos anos se passaram e Hamminsom morreu. Sua filha que era jovem quando presenteada, hoje já é uma mulher casada. Seu marido que era um guerreiro de respeito em sua comunidade, sempre se questionou do poder do amuleto de sua mulher. Em todo o tempo de casamento ele nunca que havia presenciado algo de ruim com ela, diversas coisas ruim aconteciam, mas nada parecia oferecer perigo a ela.

Ele já conhecia a história do amuleto e certo dia se convenceu de que sua esposa poderia empresta-lo para que ele defendesse suas terras nas batalhas, afinal, era uma época de batalhas muito intensas e a vitória do seu povo era essencial para a vida da comunidade.

Priry de forma imediata e segura negou o uso do amuleto pelo seu marido. Para ela aquele artefato era do seu amado e precioso pai e retira-lo significaria desrespeitar o pedido dele e a sua memória.

Seu marido preferiu não discutir mas mesmo assim não aceitou ter o seu pedido negado. Durante a madrugada de sono daquela mesma noite, ele inescrupulosamente sufocou a sua mulher com um travesseiro com o objetivo de mata-la. Como sua força era incomparável a dela, facilmente asfixiou sua esposa e a levou a óbito. Quando seus braços e pernas pararam de mover-se ele havia reparado que durante o assassinato o amuleto tinha se desprendido do pescoço de sua mulher.

No dia seguinte notificou que sua esposa havia morrido por asfixiada decorrente de um problema que ela vinha enfrentando a um longo tempo, mas que nunca preferiu falar para o público. Nenhuma pessoa o questionou por conta de sua autoridade.

Animado para a batalha e com o amuleto no pescoço, foi para a guerra achando que seria vitorioso por conta da sorte que o amuleto ofereceria. Entretanto mal sabia que o mago Edric ao criar este artefato, havia encantado uma maldição no amuleto. Para quem usasse outros item mágicos junto com amuleto sofreria de um azar sem limites!

O mago Edric sabia que a filha de Hamminsom nunca usaria um outro item mágico além do artefato. Por conta disso por meio de prevenção decidiu encantar esta maldição no seu artefato.

Infelizmente o marido de Priry usava outros itens mágicos que havia conquistado em aventuras passadas, ele foi para a guerra com um azar tão grande que acabou morrendo no primeiro golpe. Sua tropa perdeu e toda a sua comunidade sofreu as consequências de seus inimigos.

Pelo que se sabe hoje, este artefato está perdido por aí.

Poderes do artefato


Ao usar este item, seu portador deslumbra a mais perfeita sinergia da sorte em sua vida. Resultados de falha crítica no dado (1 no dado) não lhe fazem falhar automaticamente. Mesmo que tire 1 no dado, se seu resultado final for o suficiente para superar ou igualar ao teste você obterá sucesso!

Acertos críticos continuam valendo normalmente. Um 20 no dado ainda é 20 como você conhece. Caso fosse perder em algum teste por 1 ponto de diferença, você não perde pois o amuleto te ajuda com o poder da sorte.

Entretanto caso você use algum item mágico junto com este amuleto ou seja alvo de alguma magia benéfica enquanto porta o mesmo. Uma maré de azar tomará a sua vida.Críticos passam a ser críticos como é de normal acontecer. O que deveria ser um sucesso automático com um 20 no dado, passa a ser uma falha crítica.

E quando você conseguir passar em algum teste por conta de um ponto de diferença,na verdade você perdeu no teste enquanto portar este amuleto junto de algum item mágico ou magia benéfica.

Como o mestre pode usar este item


Caso um jogador de sua aventura encontre este artefato, caso ele queira identificar magia para descobrir seu feito mágico, use a seguinte regra.

CD 25 para descobrir seu efeito mágico positivo. Ou seja, atingindo este valor o mestre desvenda apenas seus benefícios.
CD 35 para descobrir tudo sobre o artefato, seus efeitos positivos e negativos.
CD 22 em identificar história lhe permite saber a verdadeira origem deste artefato místico.

Bem galera por hoje é só. Espero que tenham gostado da história. Os próximos que eu criar irei publicar aqui também, além disso pretendo fazer vídeos no canal para cada artefato que eu criar.

Bem é isso ae, vlw FUI!
Reações: 
Artefatos 3823942854357867583

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Curta nossa página

Publicidade

Top 10 da semana

Posts sorteados

Arquivos do Help RPG