Carregando...

1° aventura de Dungeon World

1° aventura de Dungeon World estilo Dark Fantasy, inicialmente com 2 personagens, um Guerreiro do Sul e um Bárbaro Norte. Escreveremos semp...

1° aventura de Dungeon World estilo Dark Fantasy, inicialmente com 2 personagens, um Guerreiro do Sul e um Bárbaro Norte. Escreveremos sempre um pequeno resumo após as aventuras a fim de ficarmos atualizados já que os dias e horários dos jogadores são bem caóticos e poderá haver um hiato entre uma partida e outra.


 
SESSÃO I
(A Carta)

O mundo esta morrendo. Pode ser sentido na terra e no ar. A alegria de outrora se esvai em um mundo onde só os mais fortes e aptos sobrevivem. Nem mesmo as crianças chorando mais ao nascer, como se percebessem instintivamente dês do ventre de suas mães que só os fracos derramam lágrimas. Clima caótico, caça e pesca escassa, plantações morrendo, fome. Os reis dividem suas terras em feudos transformando-os seus principais generais em lordes. Assim cada um protege sua parte da melhor maneira possível com suas próprias leis. Numa determinada idade da adolescência cada cidadão passa por um teste de vida e morte que pode varia de reino pra reino, de feudo pra feudo. Até na terceira idade eles devem mostra seu valor ou serão descartados para morrer no frio da noite. No Sul a uma lenda onde um dia o sol não se deitara mais e tudo secara e morrerá.

No Norte tudo é pior. Ninguém sabe ao certo o que aconteceu, pois apenas as comunidades bárbaras lá vivem juntamente com tribos orcs, porém esta cada vez mais frio e insuportável de viver no local. A magia parece que é mais corrompida no Norte gelado, onde até os animais são mais fortes e deformados. Bárbaros cada vez mais saqueiam a costa e ate mesmo as tribos orcs migram para regiões ao Sul a fim de buscar alimento, entrando em confronto com os humanos que lá vivem. Contam que um antigo herói cujo nome não é mais pronunciado se aventurou ao Norte gelado e se corrompeu ao encontrar uma espada. Bárbaros contam que ele hoje comanda um exercito de mortos. Uma rainha intitulada apenas por Rainha de Gelo parece ter um acordo ou controle sobre tal herói, pois seu nefasto domínio gelado vem crescendo cada vez mais no Norte. Seu corrompido exército faz excursões de reconhecimento e esses se aproximam das fronteiras ao do Sul. No Norte a uma lenda que um dia o sol não levantara mais e tudo congelara e morrerá.

Os Deuses se cansaram da descrença dos Homens e de sua corrupção. Cada vez mais estão distantes e devido a isso as igrejas e adeptos são raros. Divindades poderosas que criaram o mundo parecem que estão querendo um novo recomeço para ele, e gradualmente a mudança esta acontecendo. O tempo dos grandes heróis passou. Apenas canções e épicos cantados por bardos ainda persiste, assim como a lealdade entre os mais fortes que trás alguma esperança ao mundo. Mais ainda a aqueles que forjados pelo combate se levantam e se negam a aceita o fim. E nosso épico começa com dois nomes que um dia o mundo todo conhecera seus feitos.

Contra todas as probabilidades um Guerreiro do Sul Hawke Black Falcon e um Bárbaro do Norte Thor Bijorn o Quebrador de Ossos se encontram. Hawke logo depois de seu teste entrou para o exercito e se destacou. Deixou sua cidade natal onde seus pais e irmão caçula morava para viaja pelo continente, a princípio a trabalho. Mas foram alguns anos depois quando ele enfrentou o líder de uma tribo de orcs chamado Rasca Carne que tudo mudou. Apesar de não ser muito comum orcs usarem armas de outros povos ele tinha uma sinistra, serrilhada e enorme espada que chamava de Purgatório. Hawke a tomou como espólio após decapitar Rasga Carne. Apos essa batalha ele deixou o exercito e continuou em suas viagens. Em certa ocasião um Sábio reconheceu a aquela lâmina que ele chamou de Ceifadora de Vidas. Disse que era amaldiçoada e que o usuário sempre acabava morrendo e quem o matou a tomava para si em ciclo de morte. Fora isso o jeito que ela se comporta na mão de quem a usa é assustador, sempre mutilando e arremessando inimigos para longe. Para o bem ou para o mal a vida de Hawke agora estava atrelada a ela e nem os Deuses sabem o seu futuro.

Alguns homens são forjados no fogo outros no eterno inverno do Norte. Em uma noite de intensa aurora boreal Thor Bijorn nasceu. Se acham a vida no Sul difícil é por que não conhecem o estremo Norte Gelado onde o vento frio parte troncos de arvores fracas e a própria caça pode matar o caçador. Os selvagens do norte não criam crianças e sim pequenos bárbaros. Lá não a necessidade de por a prova homens e mulheres na adolescência, pois a própria sobrevivência após o nascimento já é por si só uma prova. A mãe de Thor morreu no parto e ele foi alimentado com leite de mamute, alguns atribuem sua enorme força e tamanho a isso. Após ganha sua primeira tatuagem Thor Bijorn o Quebrador de Ossos passou a saquear vilas e cidades costeiras com seus companheiros de barco, deixando por onde passavam morte e as lagrimas das viúvas.
Em um desses saques eles tiveram que se retira rapidamente devido a desvantagem numérica e seu barco acabou se perdendo, e encalhou em um local que inicialmente eles pensaram ser uma ilha. Na verdade foi na parte do continente chamado Ponta da Nevoa, lugar lendário por encalhar varias embarcações devido à visibilidade e bancos de corais. Eles se separaram para fazer um reconhecimento da suposta ilha e nunca mais se encontraram.

A vida no novo continente parecia excitante para seu apetite por pura destruição, mais ele logo teve que aprende as regras do novo mundo. Mesmo depois de anos seu estigma de forasteiro persistia e ao passar por uma cidade que havia sido saqueada ele foi detido e acusado injustamente pelo ocorrido. Matar 6 soldados ate ser detido não ajudou muito o comandante da cidade a acreditar em um Bárbaro de mais de 2 metros, musculoso e com olhos sombrios. Mas em uma virada do destino, sorte ou providencia divina eis que surge Hawke. Ele promete resolve o caso e acreditando em Thor pede para que o soltem para que ele o ajude. O que ocorreu em seguida foi uma carnificina. Ao encontra o bando de saqueadores ainda com algumas mulheres da cidade amarradas eles partiram para o combate. Ao todo foram mais de vinte mortos. Thor percebeu que Hawke compartilhava de sua fome por gloria; e dizia para si que a terra tremeria diante deles. Hawke por sua vez passou a achar que o Bárbaro devia a sua vida a ele, quer ele admita ou não.

O tempo passou e muitas foram suas aventuras, porem a que queremos destacar aqui foi em uma que começou no dia que Hawke recebeu uma carta. A carta vinha de Leide Hannan Pussy. De uma importante cidade ao norte, lugar ao qual ele ficou conhecido por Hawke Black Falcon, devido a sua cota de malha negra e da historia de como ele decapitou o líder orc. Ela pedia a ajuda de seu “amigo” para resolve um avanço de um grupo de soldados da Rainha de Gelo. Vinte guerreiros de sua guarda pessoal nunca retornaram quando eles foram investigar o local. Ela oferecia ouro e prata caso aceitasse a intrépida jornada. Eles partiram no mesmo dia. Após alguns dias chegando próximo à cidade, Hawke percebeu que a estrada antes muito movimentada estava vazia e aparentava pouco uso. Antes uma prospera cidade agora parecia que era evitada por viajante, ao menos vindo daquela região.


Era fim de tarde quando chegaram à cidade. Logo as atenções se voltaram para os viajantes principalmente o gigante tatuado com roupas totalmente inapropriadas para aquele clima frio. Janelas eram fechadas pessoas entravam em suas caças e ate os guardas do portão não fizeram menção de abordá-los mesmo quando eles passaram rindo. Nos portões da fortaleza Hawke encontrou Samuel, antes um jovem escudeiro agora um imponente soldado. Ao reconhecer o Black Falcon foi logo acalmando seus companheiros e abraço fraternalmente o Guerreiro. Ele percebeu certa alegria misturada com esperança nos olhos de seu antigo aprendiz. Samuel acompanhando os dois portão adentro, os deixou em um lugar onde pudessem se lavar e comer algo. Meia hora depois ele voltou e disse que a Leide Hannah ia recebê-los a sois. E só permitiu a entrada do Bárbaro devido esta em companhia de Black Falcon.

No salão foram poucas as melancólicas palavras de Leide Pussy. Ela parecia abatida e em sua voz uma excessiva preocupação com seu feudo. Após um breve acerto a dupla se comprometeu em viajar na manha seguinte e ela mandaria um soldado ate metade do caminho para mostra o local. A noite teve um banquete para os dois junto com os soldados. Samuel contou todas as historias que conhecia sobre Black Falcon que ocorreram anos atrás, esse apenas concordava com o entusiasmado soldado balançando a cabeça. Mas foi quando pediram pra o Quebrador de Ossos contar uma de suas façanhas que as coisas ficaram interessantes. Essa historia ficaria conhecida posteriormente como O Batismo de Sangue.

O Batismo de Sangue.

Em terras geladas do longínquo Norte existe uma ferra.
Caçadores experientes do sul as chamam de Javalis Demoníacos.
Mais no Norte são apenas Atrozes de Sabre
Em idade ainda de jovem um bárbaro deve caçar e matar uma dessas criaturas
Estratégia, força ou mesmo sorte,
Não importa. Ela deve morrer.
Aos oito anos o jovem Thor teve que usar toda a sua astucia
Superar seu medo, o frio e a morte certa caso falhasse.
***
Uma armadilha ele preparou, e no frio da noite esperou.
Apenas a aurora boreal iluminava o céu.
A enorme criatura de passos pesados aproxima-se.
Seu hálito quente evapora no ar.
Olhos vermelhos como brasas na noite escura.
Com uma lança em punho em uma arvore ele espera
Ela se aproxima e cai na armadilha
O destemido jovem salta em cima dela.
***
Sua lança se parte como um graveto no couro atroz.
Acuada ela o ataca com ferocidade,
Mais o buraco é pequeno demais para uma investida
Ele ainda tinha a vantagem por ser pequeno.
Puxou uma faca e enquanto a criatura tentava pisoteá-lo
Ele tentava encontra o ponto certo na parte de baixo.
Finalmente ele achou a artéria.
Sangue quente jorrou sobre seu corpo.
***
Ele arrancou as enormes presas da criatura
E ao chegar banhado de sangue em sua tribo
Todos festejaram
Já não era mais um menino.
Foi necessário 4 homens para tirar a criatura do buraco
E um grande banquete foi feito no dia seguinte.
Ele ainda guarda as presas em um colar que como de costume,
Devera ser dada a guerreira que conquista seu coração.
***
--Copilado e recontado por
Adamaduro San, Bardo e Menestrel.



Muitos ficaram impressionados com a historia, porem um ébrio guarda riu e deu a entender que Thor Bijorn estava mentindo. Esse levantou em fúria fazendo os 3 guardas sentados a seu lado se juntarem se afastando do furioso Bárbaro, Quando esse brandiu um de seu martelos no ar Hawke sentiu o seu banco ir para trás. Eram os guardas se afastando instintivamente do raio de ação de Thor que tinha fúria em sua voz. Ele baixou seu braço e foi suficiente para quebra as duas pernas da mesa fazendo ela se inclinar em um estrondo. Hawke acalmou o amigo e esse se retirou a passos duros para o local de repouso. Pode se ouvi um sonoro; ufa,  vindo dos guardas, que olharam com desaprovação para o seu amigo bêbado e agora arrependido, porem feliz pela sua sorte.

No dia seguinte os preparativos foram feitos e cavalos mais resistentes ao clima foram dados, assim como roupas mais quentes e alimento para a jornada. Não foi de se admira quando os dois perceberam que era Samuel que os levariam ate a metade do caminho, nas fronteiras do domínio orc. Um dia e meio de viagem se aproximaram do local chamado de Vale do Norte. Perceberam que a divisa entre o Sul e o Norte nessa parte era uma grande montanha que era possível ver quilômetros da floresta e tundra gelada. Era como olhar para um vale que ficava gradativamente branco à medida que se afastava do grande paredão. Desceram por um caminho que so passava um cavalo por vez e pedras rolavam vês ou outra quando os cascos chegavam muito perto do precipício. Samuel a frente parecia não se importa com a altura e torcia pela oportunidade de ver mais uma vez a famosa investida Black Falcon de Hawke.

Estava escuro quando finalmente chegaram ao vale do Norte. Ao olhar para cima perceberam a sorte que tiveram de ter usado cavalos apropriados para descer aquela encosta tão estreita. Talvez Leide Pussy estivesse exagerando em seu temor já que seria impossível um grande exercito subi pelo aquele local. Acamparam ali mesmo em volta do fogo. Pela manha retornaram a viagem floresta adentro. Eram tempos difíceis que ate os antigos Deuses bons ou maus procuravam punir os que viviam sem motivo aparente. Historias de Demônios e Anjos eram contados vez ou outra pelo continente onde a maioria jugavam ser meras lendas.  Mais naquele local mesmo sendo uma simples floresta fez com que tais lendas viessem a memoria de todos.

Hawke percebeu que o local era de domínio orc, as marcas no solo mostravam ao perspicaz Guerreiro de olhos duros e cabelo bagunçado pelo vento do note que eles estavam sendo observados. Thor sentia algo estranho, um desconforto que ele negava mais era uma espécie de medo primal. Os enormes orcs verdes surpreenderam Thor ao aparecer cinco deles em sua frente. Como ele não percebeu as criaturas que eram maiores que ele próprio? Um vento gelado cortou o ar e os orc ao olharem na direção de Thor deram passos para trás. Como se materializasse do nada um demônio do gelo de mais de 3 metros apareceu atrás do Bárbaro e com um movimento lateral de sua espada arremessou o cavalo junto com Thor uns cinco metros ate bater em uma arvore. Os orcs correm ao ver tal demonio.

Samuel e Hawke ficaram surpresos por ver algo que claramente vinha das profundezas geladas do mundo inferior. Thor Bijorn se levanta rapidamente de baixo do cavalo e grita para a criatura que já vinha em sua direção com a enorme espada de lamina que parecia gelo. Hawke prepara a investida logo atrás do demônio. Samuel em um misto de admiração e medo observa seu antigo instrutor na sua famosa investida. Thor ia acerta um golpe de baixo pra cima com seus martelos mais teve que se desvia por pouco da lamina do demônio de gelo que foi mais rápido que ele. Ele sentiu o vento frio quando ela passou a centímetros dele dividindo o enorme tronco de uma arvore. Ele pulou para longe antes que a arvore o esmagasse.

Na famosa investida Bleck Falcon deu certo, porem o couro do demônio azulado era por demais duro e fez com que Hawke caísse para trás com o impacto. Nada ela sofreu mais a força do impacto foi tão grande que chamou a sua atenção. Seu olhar agora era para o vulnerável Guerreiro no chão. Mais Samuel em um ímpeto de salvar seu ídolo inspirador investiu contra o demônio. A lâmina de gelo desceu sobre ele e o cavalo acertando em cheio e praticamente dividindo ambos em dois. Samuel caiu morto ainda de olhos abertos para o impotente Guerreiro. Muito embora já estivesse calejado de batalhas com cicatrizes para provar, aquilo o abalou.

Quebrador de Ossos aproveitando a distração do gigante apertou os martelos em suas mãos e com um grito de fúria que ecoou pela floresta se lançou contra o demônio azul. Pegou velocidade e subindo pelo tronco que estava ainda inclinado deu um golpe giratório com seus braços abertos na altura da cabeça do de seu oponente. Ambos os martelos acertaram em cheio deslocando o maxilar e fazendo alguns dentes voarem. Com a dor do golpe ela larga sua espada e cai de lado em cima de Black Falcon que ainda ao chão olhando para seu amigo so tem tempo de rola para o lado. Ele se levanta rapidamente e com sua espada acerta o pescoço do demônio. Ele sente a lamina corta ate o osso. O corte começa a congelar e sua espada fica estranhamente com a lâmina azulada. O corpo do demônio se cristaliza e implode, tendo seus pedaços se liquidificando em uma água azulada. O mesmo acontece com a espada do demoníaca de gelo.

Thor Bijorn logo percebeu os orcs saindo de todos os lados e ainda em fúria perguntou de forma ameaçadora quem era o líder. A tribo abriu caminho para um grande e curvado pela idade orc. Hawke ate agora não avia percebido oque estava acontecendo ate seu amigo gritar aquela ameaça. Eles sentiram os olhos do orc estudarem eles de uma forma que nunca viram orc nenhum fazer. Existia certa sabedoria naquele olhar que não achavam possível existir em tais criaturas.


—Calma jovem bárbaro. Não lhes faremos mal.—disse no idioma comum. —Você trás um terror que so acompanha aqueles cujo ódio é tão grande que ate os Deuses acham melhor destruir.

—Então ate os Deuses me temem. Essa é nova pra mim, mais não inesperada— disse se gabando o Bárbaro.

—Vocês mataram um de nossos piores inimigos no Norte. E o inimigo de nosso inimigo é nosso amigo. Daremos passagem segura para vocês por nosso domínio.

—Vocês viram a algum tempo vinte guerreiros vindo do sul?—perguntou finalmente Black Falcon.

—Sim. Porem apenas quinze deles passou por nossos batedores sem encontra à morte—ele olhou com mais cuidado para a espada que o Guerreiro usava. —Reconheço essa lamina e sua historia. Você deve ser quem matou Rasga Carne. Então deve ser um grande Guerreiro. Mas cuidado, essa lamina é amaldiçoada.

—Amaldiçoada para quem esta do outro lado de sua ponta.—disse ao percebendo que eles haviam matados cinco dos guardas.

—Se você esta aqui então deve esta se afastando da Rainha de Gelo. Por que não se junta a nos pra mata ela?—sugeriu o Bárbaro.

—Os humanos mentem e traem. Principalmente os do Sul.

—E os orcs matam e saqueiam nossas aldeias.—retrucou Hauke

—Mais não é o que vocês todos também fazem?—e olhou barra o Bárbaro.—Como vem não somos tão diferentes assim.

—Então se junta a nos. Por acaso tem medo?—provocou Thor

Os orcs se enfureceram com aquelas palavras ditas no idioma deles. Eles não conheciam como estava o Norte naquela época, e mesmo seu líder havia sucumbido para que o restante da tribo pudesse sobreviver. O velho orc acalmou os ânimos dos seus e trouce o cavalo do Guerreiro. Ofereceu um dos lobos gigantes que eles montavam para o bárbaro, mais por algum motivo, cheiro ou um sentido animal não ouve jeito dele permiti que fosse montado.

—Talvez vocês tiveram sorte de sobreviver ao demônio ou sorte de não ter nos enfrentado. Se sobreviverem a sua missão retornem, conversaremos sobre tal possibilidade de uma trégua.
E os dois foram escoltados ate os limites do domínio da tribo orc.

FIM DA 1° SESSÃO


Reações: 
Aventuras 4303114178136080451

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Curta nossa página

Publicidade

Top 10 da semana

Posts sorteados

Arquivos do Help RPG