Carregando...

Introdução - Uma nova aventura de Dungeon Evolution

Fala galera, aqui estou novamente. Desta vez venho falar um pouco sobre a aventura de Dungeon Evolution de ontem onde participaram eu e mais dois amigos. Eu cheguei a anunciar o início desta aventura quando reclamei pelo fato do meu amigo ter feito um monge e mesmo assim ter dropado uma arma melhor que a minha.

Mas como assim? monge dropando arma??? monges não lutam desarmados???

Bem, como eu disse estamos jogando Dungeon Evolution e neste RPG independente de sua classe, o que importa são os itens que você dropar. Aqui não ha preocupação com a sua classe e os itens que pode usar, você simplesmente usa o que for melhor para você.

Dungeon Evolution RPG

Mas iniciando sobre a aventura de ontem, tudo começou com o drop, pois em Dungeon Evolution quando se cria um personagem o mestre disponibiliza uma arma e uma armadura para os personagens recém criados. Eu criei um samurai, um escolheu um monge e o último fez um guerreiro. Entretanto o cara que escolheu o monge decidiu mudar de classe só porque dropou uma katana que deixou o meu samurai com inveja (se quiser me vender aquela katana eu ainda aceito rsrs).  Pois bem, o início da aventura.

Tudo começa com o guerreiro (Skar Drakun) acordando de manhã em uma floresta ao som de pássaros, em primeira instancia ele sente uma imensa vontade de beber aguá e de lavar o seu rosto. Por sorte a alguns metros dali existe um córrego onde se passa uma água limpa e cristalina. Durante a degustação da água o jovem guerreiro tem sua atenção apreendida ao ver um homem do outro lado do córrego manusear uma espada de tamanho incomum com maestria e suavidade. Ao término dos movimentos o homem que estava sendo avistado percebe o guerreiro do outro lado do córrego e pergunta a ele se houve algum problema. Subitamente Skar Drakun responde que só estava visualizando os seus movimentos e logo o questiona sobre como poderia manusear uma espada tão grande com tamanha maestria.

O homem lhe responde que sua arte é milenar e que ela está sempre em constante aprendizado, logo em seguida eles se apresentam e o homem misterioso é intitulado de Sauro Han "O Samurai". Logo em seguida Skar Drakun o desafia para um duelo onde Sauro Han  não hesita em recusar.

Com um único golpe a batalha é decidida e Sauro Han perde o duelo. Mas mesmo assim diante daquele encontro que terminou em ferimentos moderados, uma boa amizade começa a surgir. Sauro Han questiona a Skar Drakun sobre ter conhecimento de algum vilarejo de samurais ali por perto, por sorte Skar Drakun tinha acabado de passar por este vilarejo que ficava a algumas horas dali. Com boa intenções Skar Drakun decide acompanhar Sauro Han até o vilarejo a fim de buscar alguma ajuda para os ferimentos dele no duelo.

Eis que chegam ao pequeno vilarejo que resguarda um pequeno desafio. Durante mais de 200 anos uma katana foi enfincada numa pedra com aproximadamente 3,5m de altura e desde então inúmeros homens tentar colocar o seu nome na história do vilarejo tentando arrancar a katana mas ninguém conseguiu.  O objetivo de Sauro Han quando pretendia visitar aquele vilarejo era de tentar remover a lendária katana, mas como seus ferimentos o impediam ele precisava primeiro era de reparos médicos.

Um jovem samurai que vive no vilarejo percebe a situação do forasteiro debilitado e oferece ajuda, segundo ele, um curandeiro amigo dele poderia ajuda los sem custo monetário. Ele se apresenta aos forasteiros e juntos partem em direção a casa de um senhor chamado Rauran.

Ao chegar a casa do velho, em virtude da amizade com o jovem samurai, Rauran acolhe Sauro Han em sua casa e da início aos preparos medicinais. Quando Sauro Han cai em sono profundo devido ao tratamento, Kakashi "O jovem Samurai" e Skar Drakun conversam um pouco mais sobre a espada enfincada na pedra. Isso desperta um interesse em Skar Drakun em remove-la de lá e eles acabam partindo para o local. Ao chegar ao local Skar Drakun chama a atenção dos demais ao subir na pedra. Todos tem sua deliberada atenção voltadas para aquele misterioso homem que ninguém conhece. Depois de um ardiloso esforço o jovem guerreiro consegue remover a katana da pedra, isso causa grande espanto a comunidade e ao jovem samurai que cresceu sabendo que ninguém jamais conseguiria remove-la dali.

Ao remove-la Skar é ameaçado por uma poderosa energia que emana da katana liberta. Durante o surto da força da katana o guerreiro a deixa escapar de suas mãos. A espada bate com dua ponto em uma das pedras, quica e deliberadamente por incrível que pareça cai exatamente nas mãos do jovem samurai que não imaginava ser possível a remoção da katana.

Ao empunha-la o samurai é tomado pela energia da katana que se manifesta como uma entidade chamada Opalino. Segundo lendas locais, Opalino era o samurai dono daquela katana, com sua morte a sua energia ancestral ficou junto com sua espada até o dia em que fosse liberto. O publico local ficou de boca aberta com o que viu e não sabia o que fazer. Skar Drakun também ficou paralisado sem saber o que fazer até que a entidade "Opalino" se desloca de forma imperceptível e sutil até Skar Drakun. Ele coloca a mão em sua cabela e diz.

-Opalino: Sou grato por ter me libertado, faça um pedido e eu lhe considerarei...

Entusiasmado, Skar Drakun pede para ser mais forte. Opalino sem hesitar toca na espada Skar Drakun e começa a manifestar a sua energia sobre a espada. A concentração é tão forte que Opalino perde a sua força e acaba perdendo o controle do corpo deixando com que Kakashi "O samurai"  o tomasse de volta. Mas quando Kakashi o toma já é tarde demais e ele não está em condições de se manter de pé e por isso acaba desmaiando.

Skar Drakun decide leva-lo até a casa do velho Rauran para que o tratasse também, chegando lá ele ainda encontra Sauro Han deitado na cama. Rauran começa a tratar de Kakashi também e somente no dia seguinte os dois voltariam a acordar em melhores estados.

Ao acordarem, ninguém sabe ao certo o que aconteceu. Sauro Han pensa que ainda precisa ir até a pedra para tentar remover a katana mas acaba sendo surpreendido por Skar Drakun. Kakashi fica querendo saber sobre o que aconteceu com ele no dia passado. Skar Drakun o explica tudo que aconteceu e o informa que agora ele precisa viajar pelo mundo buscando forças para poder controlar o espirito ancestral que habita dentro dele. Sauro Han concorda com esta ideia após saber o que aconteceu na noite passada. O jovem Kakashi fica receoso com a ideia de sair do seu vilarejo mas no fim acaba aceitando. No final os três decidem andar juntos cominho a fora buscando melhorias em suas capacidades para que juntos se tornem mais fortes.

Fim...

Se quiser jogar...


Bem galera este foi um resumo da primeira aventura catalogado pelo Help RPG de Dungeon Evolution, em breve a medida em que formos jogando continuarei com a sessão de posts sobre cada capitulo desta aventura, espero que gostem, FUI!

Reações: 
Dungeon Evolution 547386040391731517

Postar um comentário

emo-but-icon

Página inicial item

Curta nossa página

Publicidade

Top 10 da semana

Posts sorteados

Arquivos do Help RPG